"Portanto, ninguém se glorie em homens; porque todas as coisas são de vocês, seja Paulo, seja Apolo, seja Pedro, seja o mundo, a vida, a morte, o presente, ou o futuro; tudo é de vocês, e vocês são de Cristo, e Cristo, de Deus."
PENSE NISTO: "O valor do homem é determinado, em primeira linha, pelo grau e pelo sentido em que se libertou do seu ego!" (Albert Einstein).

sábado, 21 de agosto de 2010

Nossas Algemas



- por Hugo Theóphilo | 19 de Agosto de 2010




A necessidade de exibir espiritualidade já denuncia ausência de espiritualidade ("Eles gostam de ficar orando em pé nas igrejas e nas esquinas, a fim de serem vistos pelos outros...", ou ainda, "...quando eles jejuam fazem questão de mostrar uma aparência triste, a fim de que os outros vejam que estão jejuando").

A necessidade de exibir força já denuncia fraqueza. Saulo que o diga!

A necessidade de exibir liberdade já denuncia prisão. Exibimos os nossos adornos e enfeites como pulseiras, mas são apenas as nossas algemas!

Pensemos nisso!


hugo

Extraído de http://hugotheophilo.blogspot.com/2010/08/nossas-algemas.html
Visite o Blog do Hugo (Metanoiado)! Há muito mais lá, para nossa edificação!

6 comentários:

Eduardo - Araranguá - SC disse...

Oi meu irmão amado...

Gostei da postagem. Simples, curta e PROFUNDA, para pensarmos muito...

Irmão, não sei se vc sabe, mas quando recebemos a atualização do seu blog, só vem o Título da postagem, sempre parece que é vídeo... Não sei se foi vc que escolheu assim.

Fique com Deus...

René disse...

Obrigado pelo comentário, meu amado Eduardo!

Quanto às atualizações, nem sei se tem como eu configurar isso, para aparecer de outra forma no Feeds. Sou meio cego em internet, entre outras coisas...

Cotinue na Paz!

Cláudio Nunes Horácio disse...

René: Muito bom, o mano Hugo é uma bênção. Assim que chegar em casa ouvirei o vídeo da próxima postagem e comentarei. Valeu, graça, santidade e misericórdia.

René disse...

Valeu, Cláudio!

Também acho o Hugo uma bênção! E considerei esse texto dele a pregação mais concisa que já vi!

Abração e Paz!

disse...

Muito forte esta palavra hein!!
bjs

René disse...

Pois é, Rô,

Eu disse ao Hugo que é uma pregação super-sucinta, que chama a atenção para a nossa religiosidade de tentar parecer ser santo. Por isto ela é muito forte!

Bjs e Paz!