"Portanto, ninguém se glorie em homens; porque todas as coisas são de vocês, seja Paulo, seja Apolo, seja Pedro, seja o mundo, a vida, a morte, o presente, ou o futuro; tudo é de vocês, e vocês são de Cristo, e Cristo, de Deus."
PENSE NISTO: "O valor do homem é determinado, em primeira linha, pelo grau e pelo sentido em que se libertou do seu ego!" (Albert Einstein).

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Aos Mestres, Com Carinho

No passado surgiram falsos profetas no meio do povo, como também surgirão entre vocês falsos mestres. Estes introduzirão secretamente heresias destruidoras, chegando a negar o Soberano que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição.

Muitos seguirão os caminhos vergonhosos desses homens e, por causa deles, será difamado o caminho da verdade.

Em sua cobiça, tais mestres os explorarão com histórias que inventaram. Há muito tempo a sua condenação paira sobre eles, e a sua destruição não tarda.

Pois Deus não poupou os anjos que pecaram, mas os lançou no inferno, prendendo-os em abismos tenebrosos a fim de serem reservados para o juízo.

Ele não poupou o mundo antigo quando trouxe o dilúvio sobre aquele povo ímpio, mas preservou Noé, pregador da justiça, e mais sete pessoas.

Também condenou as cidades de Sodoma e Gomorra, reduzindo-as a cinzas, tornando-as exemplo do que acontecerá aos ímpios;

mas livrou Ló, homem justo, que se afligia com o procedimento libertino dos que não tinham princípios morais

( pois, vivendo entre eles, todos os dias aquele justo se atormentava em sua alma justa por causa das maldades que via e ouvia ).

Vemos, portanto, que o Senhor sabe livrar os piedosos da provação e manter em castigo os ímpios para o dia do juízo,

especialmente os que seguem os desejos impuros da carne e desprezam a autoridade. Insolentes e arrogantes, tais homens não têm medo de difamar os seres celestiais;

contudo, nem os anjos, embora sendo maiores em força e poder, fazem acusações injuriosas contra aqueles seres na presença do Senhor.

Mas eles difamam o que desconhecem e são como criaturas irracionais, guiadas pelo instinto, nascidas para serem capturadas e destruídas; serão corrompidos pela sua própria corrupção!

Eles receberão retribuição pela injustiça que causaram. Consideram prazer entregar-se à devassidão em plena luz do dia. São nódoas e manchas, regalando-se em seus prazeres, quando participam das festas de vocês.

Tendo os olhos cheios de adultério, nunca param de pecar, iludem os instáveis e têm o coração exercitado na ganância. Malditos!

Eles abandonaram o caminho reto e se desviaram, seguindo o caminho de Balaão, filho de Beor, que amou o salário da injustiça,

mas em sua transgressão foi repreendido por uma jumenta, um animal mudo, que falou com voz humana e refreou a insensatez do profeta.

Esses homens são fontes sem água e névoas impelidas pela tempestade. A escuridão das trevas lhes está reservada,

pois eles, com palavras de vaidosa arrogância e provocando os desejos libertinos da carne, seduzem os que estão quase conseguindo fugir daqueles que vivem no erro.

Prometendo-lhes liberdade, eles mesmos são escravos da corrupção, pois o homem é escravo daquilo que o domina.

Se, tendo escapado das contaminações do mundo por meio do conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, encontram-se novamente nelas enredados e por elas dominados, estão em pior estado do que no princípio.

Teria sido melhor que não tivessem conhecido o caminho da justiça, do que, depois de o terem conhecido, voltarem as costas para o santo mandamento que lhes foi transmitido.

Confirma-se neles que é verdadeiro o provérbio: "O cão voltou ao seu vômito" e ainda: "A porca lavada voltou a revolver-se na lama".

Pedro, o apóstolo, a todos os que encontraram e seguem a Jesus, em especial, aos que ensinam a Palavra.

12 comentários:

Wendel Bernardes disse...

Este carinho, a qual o título se refere, é o mesmo carinho de Deus, que poupa os justos, na verdade os justificados, que pelo sangue de Jesus, decidiram porfiar por entrar pela porta estreita da pregação do verdadeiro evangelho.
Que não se contaminaram com as falácias da serpente, e seguiram suas mentiras!

Os mestres, que Pedro admoestou em amor, são hoje ainda alertados desta mesma palavra, inspirada pelo mesmo Espírito Santo, que mantém a Igreja viva e desperta do engano!

René disse...

Exatamente, Wendel!

Este é o alerta, a admoestação, em amor! E o seu texto, "Mãos ao Alto! Você Está Preso!", é a apresentação da realidade, da forma que o engano se apresenta! Creio que ambos estão intimamente ligados, apesar dos dois mil anos que os separam.

Abração e Paz!

Conexão da Graça disse...

René meu querido, esse texto com um toque de tradução contemporânea, é uma LUVA DE PELICA na pretensão daqueles que querem ensinar (e eu estou incluso nele).

Todas as vezes que me deparo com ele, me vem a mente a responsabilidade que tenho com minha consciência no Evangelho, com aqueles que estão absorvendo o que eu estou ensinando, e principalmente com a fidelidade de ser honesto com O SENHOR.

É um texto pra TEMER e TREMER!

Um ABRAÇÃO meu mano,

Franklin

Cláudio Nunes Horácio disse...

Palavras de Deus! Amém! E obrigado!

Regina Farias disse...

UI! Lembrei-me do puxão de orelha básico do Mestre, nada carinhoso rss

"Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome; e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres?

Então, lhes direi EXPLICITAMENTE: nunca os conheci. APARTAI-VOS de mim, os que praticais a iniquidade."

Caps meuzinhos,

Rê.

René disse...

Franklin, meu querido amigo,

Tenho gasto, há um bom tempo, várias horas sobre este texto. Claro que, quando o lemos, olhamos para aqueles que têm se colocado na posição de mestres publicamente, mas o grande efeito dessas palavras tem que ser em nós mesmos! Se alguém se enquadra no que é descrito aqui, é merecedor de exortação, no entanto, é com o Senhor que tais pessoas terão que se entender. Por isto, devemos aplicar este texto preventivamente a nós mesmos, para que não nos transformemos em seu alvo.

É verdade, sim: é um texto para TEMER e TREMER, com certeza!!! Este é o motivo de eu o ter entitulado "Com Carinho", por ser o Amor de Deus se expressando, para nos mostrar um dos caminhos que não podemos seguir de forma alguma.

Forte abraço e Paz!

René disse...

Valeu, Cláudio, mas faltou uma palavra no seu agradecimento: Senhor, ou Jesus! É Ele que nos traz essas exortações tão necessárias a nós!!!

René disse...

Pois é, Rê,

Algumas vezes o Senhor usou palavras nada carinhosas. Mas, vamos ver por outro lado: o fato de Ele ter dito as palavras que você citou, não demonstra um grande amor, da parte dEle, nos precavendo a respeito de uma possibilidade nefasta em nossas vidas? Hoje sabemos dessa possibilidade, porque Ele nos alertou sobre ela, ainda que com palavras que nos parecem duras. Se Ele não nos tivesse alertado sobre isso, faríamos coisas terríveis em Seu nome, julgando estarmos no caminho certo (mesmo com o aviso, muitos agem assim).

Então, entendo que a disciplina que Ele aplica em nós, é um carinho de Sua parte, apesar de não ter aparência de carinho. É este o ponto que eu quis ressaltar com o título.

E estou explicando isto, para todas as pessoas que lerem esta postagem, porque sei que é assim que você entende também.

Agora, 'cê vai ter que explicar esse 'Caps'!!!! Tô boiando!!! rssss

Abração e muita Paz, querida amiga!

Regina Farias disse...

Então...

Puxão de orelha dói(não é um ato exatamente carinhoso rss)

E disciplinar é uma das formas de amor.

Não discordei em absoluto! Só "encaixei".

E CAPS (lock) é a "caixa alta" em "EXPLICITAMENTE" e "APARTAI-VOS". Tá ligado?! rss

Abs,

Rê.

René disse...

Sim, Rê, eu já havia percebido que você estava 'encaixando' o que o texto lhe trouxe à memória. Por isto eu disse que estava esclarecendo para todos que lessem a postagem, afinal, alguém poderia não pensar dessa forma.

Gostei da explicação do 'caps' (a anta, aqui, não ia lembrar disto nunca) e da recomendação de freios!!! rssss

Abração!

A Tua palavra é A Verdade ! disse...

Com a sua devida permissão eu publiquei este artigo (em outra versão bíblica) no meu blog, eu amo este texto e não podia passar aqui sem comentar.

Sua visita enriquece meu blog, obrigado.

Seu conservo,

Iveraldo Pereira.

René disse...

Meu querido Iveraldo,

Eu já tinha visto, há alguns dias, que você havia postado esta passagem em outra versão. Ficou ótimo!!!

E (acho que você não sabe, ainda) você pode pegar qualquer texto, aqui, sem pedir permissão e sem precisar "linkar", ou citar a fonte. Se você acha que seus leitores serão edificados, fique totalmente à vontade.

Tenho certeza que suas visitas, a este blog, também enriquecem muito este pequeno espaço virtual.

Forte abraço, meu querido, e continue na Paz!