"Portanto, ninguém se glorie em homens; porque todas as coisas são de vocês, seja Paulo, seja Apolo, seja Pedro, seja o mundo, a vida, a morte, o presente, ou o futuro; tudo é de vocês, e vocês são de Cristo, e Cristo, de Deus."
PENSE NISTO: "O valor do homem é determinado, em primeira linha, pelo grau e pelo sentido em que se libertou do seu ego!" (Albert Einstein).

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Fácil Ser Cristão, Não?



"Outros enfrentaram zombaria e açoites, outros ainda foram acorrentados e colocados na prisão, apedrejados, serrados ao meio, postos à prova, mortos ao fio da espada. Andaram errantes, vestidos de pele de ovelhas e de cabras, necessitados, afligidos e maltratados. O MUNDO NÃO ERA DIGNO DELES" (Hb 11.36-38).

14 comentários:

Conexão da Graça disse...

Nobre Apóstolo rs, é nessas horas que fica provado quem é de Paulo, quem é de Apolo e que é de Cristo!

René disse...

Exatamente, Franklin,

Nessas horas se vê quem está ligado a Jesus e quem está ligado a outro nome qualquer.

O que mais me impressiona, é que tais testemunhos estão em contraste gritante à pregação feita por muitos "pastores", onde, do púlpito, dizem que a 'mordomia cristã' é um direito inalienável de todo e qualquer seguidor de Jesus, onde dizem que a prosperidade financeira é um elemento que acompanha a fé e quem assim não pensa é "trouxa", onde dizem que o cristão não tem possibilidade de ter enfermidades, nem quaisquer outros tipos de problemas, e onde dizem que as ações religiosas são imprescindíveis para a própria salvação das almas...

Abração, meu amigo, e muita Paz!

Regina Farias disse...

...E este mundo do qual eles não eram (não são) dignos, nada mais é do que o ponto de vista INTOLERANTE e, portanto, 'mundano' daqueles que consideram essas pessoas (atitudes) indesejáveis.

Ou seja, há inúmeras formas de mutilação e repressão, sendo as sutis as mais tristes e covardes, posto que no nível emocional e psicológico.

bjs

R.

Wendel Bernardes disse...

São imagens chocantes... e tristemente criam um paradoxo entre as coisas que, como você bem comentou em sua réplica ao Franklin, são pregadas nos púlpitos ao redor do mundo.

Sabe, nesse aspecto concordo com o Caio quendo diz que não somos cristãos, verdade, esse 'cristianismo que ora se vê, principalmente aqui na nossa terra, nada tem a ver com o que esses irmãos africanos, chineses, hindus, etc, tem passado.

O relato do adolescente hindu dize4ndo que a Graça de Jesus o salvara e que morreria por Jesus é algo de um impacto ímpar!
Alguém duvida de qual pode ser o destino desse rapazinho?
Esse é o Evangelho que Paulo pregou quando disse: "Trago em meu corpo as marcas de Cristo..."

Esse rapazinho, ou aquele pregador espancado em casa pelos hindus, ou aquela jovem sobrevivente atacada a facão podem relatar o que Paulo escreveu e confirmar que o Evangelho de Jesus, ainda existe!

Desculpa o desabafo, cara...
Paz!

René disse...

Rê,

Você captou com perfeição o ‘outro lado da história’. Para haver perseguição, repressão, mutilação e morte, é necessário que haja intolerância de parte do agressor. E a manifestação dessa intolerância nada mais é do que uma tentativa de impor sua própria vontade, que é divina em seu (dos intolerantes) pensamento ignorante, sobre todo e qualquer pensamento que contrarie o seu.

Penso que as manifestações sutis de intolerância sejam MUITO tristes e covardes, mas não suplantam às físicas, pois estas contêm em si mesmas a tortura emocional e psicológica também.

Bjs e Paz!

René disse...

Wendel,

Não há motivo para se desculpar.

Também concordo com o Caio, nesse aspecto. Na verdade, foi exatamente isso que eu entendi, quando ele disse isso.

E, sempre que vejo imagens desse tipo, sou levado a imaginar o que Paulo passou para poder afirmar que levava no próprio corpo as marcas de Cristo. Entendo que todas essas pessoas, anônimas para nós, podem fazer a mesma declaração sem medo de errar. E me sinto esbofeteado por cada declaração dessas. Me sinto, como disse o Franklin em seu texto “Nossa Frágil Espiritualidade”, fazendo declarações idênticas às de Pedro e da mulher de Jó.

Dou graças a Deus, por Jesus Cristo, pois, sendo fraco, aí Ele pode assumir o controle total de minha vida. Que seja o mais breve possível!

Abração e Paz, meu amigão!

Regina Farias disse...

É, vc tem razão...

Expressei-me mal.

René disse...

Que bom que concordamos também nisso!!!

Cláudio Nunes Horácio disse...

Fiquei emocionado com o amor destes discípulos René. Misericórdia! Vou compartilhar no blog. Abraços e paz de Jesus.

René disse...

Também me emocionei muito, Cláudio!

Abração e Paz!

Wendel Bernardes disse...

Estive num evento onde fiz a parte musical este final de semana passado, e o rapaz que trouxe uma reflexão, passou um vídeo muito semelhante a esse e não pude deixar de lembrar de você!

Cara, o vídeo que ele passou, era ainda mais chocante, com imagens aterradoras!

E o que mais era 'aterrador' nesse vídeo, é a triste e real analogia que o autor do mesmo fez com o 'evangelho' pregado aqui no Brasil (onde havia imagens de alguns 'pastores' estorquindo o povo) com o Verdadeiro Evangelho, com as Marcas de Cristo, que esses irmãos espalhados pelo Globo vivem!

Valeu por tudo, mano...
Paz!

René disse...

Pois é, Wendel,

Na verdade, acho que a gente não consegue assistir a este vídeo, sem fazer uma analogia ao evangelho pregado no Brasil. Inclusive, o título que coloquei nesta postagem é resultado dessa analogia.

Valeu, meu irmãozão!

Abração e Paz!

CARLOS HERRERA disse...

Olá meu maninho querido!
quanto tempo?

quanto ao vídeo...que imagens fortes!

Quando vejo isso, vem a minha mente que ser cristão, é muito mais que professar uma fé, carregar a biblia debaixo dos braços, ir a igreja aos domingos, conhecer os textos de cor e salteado!

Ser cristão é carregar o conteúdo do evangelho, é ter a certeza que habitou o peito de Paulo:
"não mais vivo eu, mas Cristo vive em mim"
em outras palavras: " se vivemos, vivemos para Deus.. se morremos, morremos para Deus, quer vivamos quer morramos, somos do Senhor! "

Abração amigo

René disse...

Pois é, Herrera: há quanto tempo!!!

Fico feliz de saber que você está bem!

Pra variar, você está certo: pra ser cristão é necessário envolvimento!

Abração, meu amigo, e continue na Paz!